segunda-feira, 7 de março de 2016

Modelo brasileiro de alimentação escolar será implantado na África

Ricardo Victor Ferreira     22:31    

A experiência brasileira do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) será incorporada pela União Africana.


O modelo nacional de alimentação escolar nacional implantado no governo Lula e continuado pela presidenta Dilma Rousseff alia o fornecimento de merenda escolar à produção local. A decisão foi informada na 26ª Assembleia dos países africanos realizada no final de janeiro, na capital da Etiópia, Adis Abeba. O Pnae existe desde 2009 e, em 2014, garantiu acesso à alimentação a 42,2 milhões de alunos do Brasil.

O programa tem como objetivo incentivar a agricultura familiar, promovendo renda e fomentando economias locais. A ideia foi apresentada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no fim de 2015, para uma delegação da União Africana. “É uma honra muito grande ver nossas políticas de segurança alimentar se transformarem em exemplo para outros países”, disse o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Arnoldo de Campos.

Vídeo: Conheça o Programa Nacional de Alimentação Escolar



A entidade africana deve organizar um comitê técnico com a presença de especialistas do continente para elaborar um estudo sobre o impacto que o programa brasileiro pode ter na África. O documento contará com apoio do Centro de Excelência contra a Fome e do Programa Mundial de Alimentos, da ONU, parceiros do MDS na criação de estratégias de combate à pobreza e à fome.

A integração de experiências entre Brasil e África trouxe ao território brasileiro 13 países do continente africano no último ano. Países como Moçambique, Níger, Etiópia, Malaui e Senegal já atuam no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) África, que trata de segurança alimentar e incentivos à produção local. Além deste tema, o intercâmbio abordou temas como erradicação da fome, merenda escolar e produção de cisternas.

A União Africana consiste em uma organização de países daquele continente utilizando modelo parecido com a da União Europeia, porém com objetivos de eliminação do colonialismo, busca por soberania de estados africanos além da integração local. O bloco deve utilizar o Pnae para tentar alcançar os bons resultados obtidos no Brasil.

O programa estabelece cobertura universal de refeições gratuitas aos alunos do país, além de que ao menos 30% dos recursos gastos na aquisição da merenda sejam destinados a produtos oriundos de agricultura familiar.

0 comentários :

About us

Common

Categoria

FAQ's

FAQ's

© 2011-2014 Dilma Rousseff. Designed by Bloggertheme9. Powered by Blogger.